O problema da Selfie

Depois de meses de investigação as forças de segurança do Rio de Janeiro conseguiram capturar e prender um dos chefes de uma das facções criminosas da cidade, responsável por uma guerra em curso há meses na favela da Rocinha. A ação que levou a prisão envolveu não apenas a Polícia Civil e Militar Fluminense, mas também a Força Nacional, Exercito e Polícia Federal.

Mas o que parece ter gerado mais atenção nas mídias (sociais e tradicionais), foi o fato que uma dúzia de Policiais Civis tiraram foto em grupo e selfies, posando com o traficante capturado. A foto em nada difere da clássica foto do time de futebol ou dos amigos que acabaram de jogar uma partida de paintball. E está justamente ai o problema.

O trabalho policial deve ser sério e regido por normas bem estabelecidas. Disciplina no cumprimento das normas e protocolos de trabalho é uma coisa que todos deveriam ter. Mas é especialmente importante no trabalho de manutenção a lei e da ordem. Digo mais, é muito mais que simplesmente importante. Seguir as normas e protocolos deve ser a natureza primordial do trabalho policial e a transgressão a essas deve ocorrer apenas em casos extremos.

“Mas ninguém foi prejudicado” vi muitos dizerem. Sim, somos todos prejudicados. Principalmente os próprios policias. A não observância de normas e protocolos, quando tolerada certamente é um incentivo para que as mesmas se repitam e novas transgreções ocorram, toda vez testando novos limites. Hoje é uma selfie, amanha a foto de uma vítima, algum dia um tiro inconsequente em uma abordagem policial (e não é preciso se eforçar muito para lembrar casos onde a não observância as normas e protocolos acabou com inocentes mortos). Não menos importante, os policias estão se expondo a riscos desnecessários. Somente esse ano mais de 100 policiais já foram mortos no Estado do Rio de Janeiro.

E para deixar claro. Os homens e mulheres que se prestam a trabalhar nas forças de segurança do Rio de Janeiro são em sua maior parte verdadeiros heróis que trabalham com condições medíocres e sem o devido suporte do estado e da sociedade que servem. Isso precisa mudar. Mas tais deficiências não devem ser justificativa para que deixemos de lado os requisitos de disciplina e retidão dos agentes de segurança do nosso estado.

Parabéns pela captura, por esse pequeno passo na direção correta. Mas da próxima vez, deixem a selfie para a hora de lazer, e não de trabalho.